"Foca"da

Pondo a verdade em foco

Post do dia: Paixão, Amizade e “O Clube do Filme”

Com a crescente popularidade dos Blogs e Micro-Blogs, era de se esperar que uma jornalista e uma publicitária do jornal O Globo, escolhessem essas mídias para desenvolver a idéia inspirada no livro: “O Clube do Filme”. Escrito pelo crítico de cinema canadense David Gilmour, a obra é um relato pessoal e despretensioso sobre como o cinema influiu na relação com Jesse, seu filho, a aproximação dos dois e a despedida inevitável ao fim de uma jornada engrandecedora, que teve seu início, a partir da permissão dada a Jesse para abandonar a escola com a condição de assistir três filmes por semana, um projeto educativo instituído pelo pai que se utilizou do único tema que o filho não teria predisposição a odiar: filmes.

O Blog intitulado como o livro foi inaugurado no WordPress.com no início do mês de setembro, assim como a conta no twitter. A idéia surgiu depois do debate com o autor canadense na Livraria da Travessa, organizado pela publicitária Nathalia Jordão, ao qual a jornalista Adriana Barsotti, também teve a oportunidade de assistir. Foi ao longo de um almoço enquanto conversavam sobre filmes, que as duas decidiram “plagiar” a idéia de David.

Na descrição do Blog elas dizem quem assume o papel de cada um dos Gilmour: “neste espaço, Adriana é David e Nathalia, seu filho. Embora Adriana não seja crítica, nem ela e Nathalia sejam pai e filho, elas são amigas e apaixonadas por cinema. Portanto, estes posts serão movidos pela paixão e pela amizade, não pelo rigor da crítica.” Ao afirmar isso, as autoras do Blog deixam bem claro que não seguem critérios para tecer críticas cinematográficas, nem almejam esse fim, são movidas pela paixão à sétima arte e a vontade de criar um local para a discussão do assunto.

Nessa “segunda versão despretensiosa do clube”, como elas mesmas chamaram o projeto, são perceptíveis as semelhanças, em certos aspectos, com o estilo textual seguido por David em sua obra. Uma narrativa que descreve a experiência de assistir aos filmes da semana. Primeiro uma breve introdução, como faz Gilmour em seu livro, depois os comentários. Cabe a cada uma delas a tarefa de produzir um texto, às vezes mais, sobre cada obra cinematográfica assistida. O penúltimo “post” é sobre o filme: Ladrões de Bicicleta, que faz parte da lista do canadense. É interessante observar que os pontos de vista da jornalista por vezes chegam a se chocar com os da publicitária e outras vezes eles simplesmente se completam, no fim quem ganha são os internautas cinéfilos.

Logo depois da introdução feita pela jornalista são postadas as impressões, muitas vezes pertinentes, de Nathalia e há também a participação ocasional de Letícia Helena, uma amiga das duas. A lista com os filmes que elas se propuseram a assistir está em uma das páginas do Blog. A interação com os internautas ocorre através das sugestões de outros longas-metragens a serem apreciados e ao postar seus comentários.

Até agora, na lista de Adriana e Nathalia constam algumas produções brasileiras como “Central do Brasil”, elogiada por Gilmour em sua visita ao Brasil. E entre os títulos dos diretores internacionais estão “A Dança dos Vampiros” (Roman Polanski), “A Doce Vida” (Federico Fellini), “A Felicidade Não se Compra” (Frank Capra), Cinema Paradiso (Giuseppe Tornatore), A Trilogia das Cores (Krystof Kieslowsky) e O Anjo Exterminador (Luis Buñuel). São no total 68 filmes a serem vistos e discutidos, sendo 12 destes os mesmos encontrados na filmografia – com os nomes dos diretores, datas de produção e títulos – fornecida no fim do livro de Gilmour.

A obra do crítico canadense aborda o tema da evasão escolar, cinema e adolescentes e a relação pai e filho. Adriana disse que, em um primeiro momento sua filha adolescente não quis fazer parte de um clube do filme com a mãe e perguntou se poderia abandonar a escola como o Jesse, a resposta foi: não estamos no Canadá. Segundo a mãe, a filha agora está mais receptiva a indicações de filmes, pois “rompeu com alguns preconceitos que ela tinha em relação ao meu gosto pessoal porque ela sabe que está sendo uma experiência gostosa para a Nathalia, que é bem mais nova que eu.”

A jornalista afirmou que no caso dos Gilmour essa experiência do clube foi imprescindível para a relação pai e filho. “Inclusive os próprios reconheceram isto durante o debate com o público. Quanto à escolha da carreira, acho que o Clube do Filme pode ter influenciado o filho do David, sim”, complementou Adriana. Hoje, Jesse Gilmour é roteirista de cinema, além de participar de uma banda de Rap Corrupted Nostalgia, que é citada no livro datado do ano de 2007, Canadá. Lançado no Brasil em maio de 2009.

A paixão pelo cinema influenciou Jesse a voltar para a escola e iniciar uma carreira. Segundo a publicitária “assistindo a todos os filmes antigos e clássicos, me sinto aprendendo história de uma forma leve e através de uma visão humana, dos próprios personagens que vivenciaram aquilo, diferente do que aprendemos na escola, em livros”. Por isso Adriana Barsotti acredita que o cinema pode complementar a educação convencional, mas não substituí-la. “No colégio da minha filha, por exemplo, ela assistiu este ano a “Adeus, Lênin” e “A vida dos outros” para complementar as aulas de história. O cinema pode tornar a educação mais atraente”, acrescenta a jornalista.

Segundo Nathalia o cinema é uma válvula de escape para a realidade do dia a dia. “É uma maneira de desligar das coisas que somos obrigadas a conviver e pensar em outras coisas, enxergar a vida através de outra ótica”, afirmou a publicitária. Foi essa ótica que o pai de Jesse tentou mostrar ao filho no momento em que percebeu a dificuldade pela qual o adolescente passava ao tentar se definir. Já na interpretação de Barsotti a mensagem do livro “O Clube do Filme” é a de que o cinema pode construir e alimentar relações. “Eu e Nathalia já éramos amigas, mas o cinema está nos unindo ainda mais. Ele passou a fazer parte de nossas conversas diárias”, concluiu Adriana.

No comments yet»

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: